Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/03/20 às 11h26 - Atualizado em 25/03/20 às 11h26

Covid-19: BRB e Secretaria de Turismo assinam Termo de Cooperação

COMPARTILHAR

Empresários e autônomos do turismo terão acesso a linhas de crédito criadas especialmente para atender ao setor durante a pandemia do coronavírus. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Turismo do DF e o Banco de Brasília (BRB) para minimizar os prejuízos durante o período de crise, e estará disponível por seis meses.

 

Todos os membros do setor de turismo, como artesãos, guias de turismo, agências de viagens, rede hoteleira e de hospedagem, agências de guias de turismo, entre outros, serão beneficiados pela medida, que terá modelos de empréstimo e financiamento. As linhas de crédito oferecidas são a Acreditar – produto de microcrédito do BRB, a Progiro – Capital de Giro e o BRB Investimento.

 

“O governo do Distrito Federal está fazendo tudo o que está ao seu alcance para prestar apoio às empresas e aos trabalhadores do setor de turismo afetados pelos impactos econômicos decorrentes da pandemia global do coronavírus. Esse momento é crucial para garantirmos o futuro do turismo, para que ele volte a gerar emprego e renda para a nossa população após esse período tão difícil que estamos enfrentando, mas vamos superar com a união de todos”, destacou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça.

 

“O BRB tem trabalhado fortemente para colaborar com toda a cadeia produtiva impactada economicamente pela crise do coronavírus. Nossa ideia é colaborar com todos os setores que tenham necessidade nesse duro momento que o mundo vive”, complementou o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

 

Para ter acesso às linhas de crédito é preciso contatar o BRB pelo (61) 3322-1515. As agências estão fechadas, mas há equipes no local para fazer o atendimento para as empresas.

 

Quais as linhas de crédito disponíveis?

O Acreditar é um produto de microcrédito orientado que atende com financiamento de R$ 350 a R$ 15 mil aval ou grupo solidário e é destinado para pessoas físicas ou jurídicas com faturamento anual de até R$ 200 mil. As taxas de juros são a partir de 1,85% a.m.

 

Já o Progiro oferece taxas de juros a partir de 0,80% a.m., com prazo de 36 meses para pagamento e seis meses de carência.

 

O BRB Investimento tem prazo de 60 meses para pagamento e até 12 de carência. As taxas de juros são a partir de 0,92% a.m. Tanto o Progiro quanto o BRB Investimento são destinados a empresas de todos os portes.

 

O que precisa para aderir às linhas de crédito?

Para ter acesso aos benefícios, pessoas físicas e jurídicas devem atender aos critérios estabelecidos. São eles:

 

Para empresas, comprovar vínculo com o setor de turismo mediante registro no CNPJ da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE); e

 

Para pessoas físicas, comprovar vínculo com o setor de turismo pelo cadastro no Cadastur ou carteirinha de artesão, no caso dos artesãos;

 

Além disso, ter aprovação da análise cadastral e econômico-financeira, de acordo com a política de crédito adotada pelo BRB.

 

 

* Fonte: Agência Brasília/ Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília