Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/09/19 às 9h16 - Atualizado em 20/05/20 às 12h29

Jucis-DF apoiará Administração do Plano Piloto na sistematização de endereços

COMPARTILHAR

Para discutir melhorias no sistema integrador e debater o fomento da economia no Plano Piloto, a administradora Ilka Teodoro recebeu nessa quinta-feira (26), o presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Distrito Federal (Jucis-DF), Walid Sariedine.

 

Administradora do Plano Piloto recebeu representantes da Jucis-DF e do Sebrae-DF

Ilka Teodoro apresentou um panorama da Administração do Plano Piloto, que já emitiu cerca de 30 mil viabilidades somente este ano.

 

Para o presidente da Jucis-DF, é fundamental apoiar a administração na sistematização dos endereços utilizados nos pedidos de viabilidade para abertura de novas empresas na região administrativa porque o processo, segundo ele, é importante para aquecer a economia no DF.

 

O procedimento consiste em verificar com base na legislação urbanística se a atividade econômica pode ser exercida no endereço informado pelo usuário. “Podemos fornecer os computadores para contribuir nesse processo”, afirmou Sariedine.

 

A administradora pediu para que seja incluído no sistema integrador uma etapa para correção de endereço para evitar o retrabalho e facilitar a emissão dos registros. “Em 80% dos casos, o pedido de viabilidade é indeferido e ainda não existe a possibilidade de correção, fazendo com que o interessado tenha que refazer todo o processo.”

 

Digitalização dos endereços de todo o Plano Piloto

Representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae-DF), que fará a digitalização dos endereços de todo o Plano Piloto – ainda hoje arquivados em papel na sede da administração regional -, também participaram da reunião.

 

Gestora do projeto de implantação da Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), Ludmila Rocha de Castro considera a digitalização uma necessidade urgente que facilitará as análises dos pedidos de viabilidade. “Iremos fornecer cinco digitadores por 40 dias para que esse trabalho seja concluído o quanto antes”, afirmou.

 

 

* Com informações da Administração Regional do Plano Piloto/ Fotos: Emanuelle Sena/Administração Regional do Plano Piloto