Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/12/19 às 14h57 - Atualizado em 10/12/19 às 14h57

Mais de 700 pessoas participaram de workshops da Jucis-DF

COMPARTILHAR

A partir de segunda-feira (16), a Junta Comercial, Industrial e Serviços do Distrito Federal (Jucis-DF) receberá apenas documentos digitais. A data foi estabelecida em cronograma aprovado em 31 de julho pelo Plenário de Vogais da autarquia. O período de quase cinco meses teve o objetivo de dar tempo a empresários e contadores para se adequarem. E, para auxiliar nessa transição, servidores do órgão e consultores do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae-DF) ministraram 20 workshops gratuitos e abertos a toda a comunidade sobre o tema.

 

Divididos entre encontros na sede da Jucis-DF e em outras regiões administrativas, como Guará e Taguatinga, os treinamentos receberam mais de 700 pessoas. Nesta terça-feira (10) foi promovido o último deles.

 

Aprimorando o atendimento à população

A diretora de Registro de Empresas, Marcella Athayde, abriu o workshop agradecendo a parceria com o Sebrae-DF, que está ajudando a autarquia desde que ela foi criada, em julho deste ano. “Estamos chegando ao fim do nosso cronograma e estes encontros foram muito proveitosos, pois vocês não vieram apenas tirar dúvidas, nos mostraram onde podíamos melhorar nosso atendimento virtual para todos os cidadãos.”

 

Fim do ciclo de workshops não é o término do espaço para tirar dúvidas. Foto: Bruna de Souza

 

 

Ela deixou claro que o fim do ciclo de workshops não é o término do espaço para tirar dúvidas com os servidores. “Nosso protocolo será desativado e virará uma área de informações, além de já estarmos utilizando o e-mail jucis-df@jucis.df.gov.br e estarmos testando o agendamento presencial on-line. Futuramente também teremos um serviço de chat no site”, explicou.

 

Para quem ainda tem dúvidas, outro caminho são vários tutoriais, em vídeo e em texto, disponíveis na aba Dúvidas do site da Jucis-DF. Além da página Perguntas frequentes.

 

Ciclo de workshops começou no dia 24 de setembro

Desde o dia 24 de setembro, o ciclo de workshops foi ministrado pelos consultores do Sebrae-DF, Jucimei Costa e Paulo Henrique.

 

“Acompanho o projeto Redesim [Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios] desde 2009. Desde que veio para o GDF, estamos empenhados em digitalizar todos os processos e, enfim, no dia 16, veremos essa realidade”, disse Costa. Além disso, tranquilizou os presentes ao último encontro: “não há diferença nos procedimentos, só o que muda é que agora é digital”.

 

Já Paulo Henrique reforçou algumas vantagens da digitalização como a facilidade e a oportunidade de abrir negócios em outras unidades federativas sem precisar sair de Brasília.

 

O contador Enoque Amaro parabenizou a iniciativa. “O workshop foi muito produtivo. Tirou todas as minhas dúvidas. A ideia deste ciclo foi ótima para classe.”