Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/12/19 às 9h15 - Atualizado em 23/12/19 às 9h15

Nosso Natal serve 46 mil refeições; média diária é de 23,7 mil

COMPARTILHAR

A iniciativa do projeto Nosso Natal de levar uma experiência natalina à população que mais precisa foi um sucesso. Os cardápios elaborados por chefs renomados da capital encheram 46.478 pratos nos 14 restaurantes comunitários do Distrito Federal no almoço desse sábado (21). A unidade mais movimentada foi a localizada em Samambaia, onde o governador Ibaneis Rocha arregaçou as mangas e cozinhou um bacalhau.

 

A quantidade de refeições servidas quase dobrou o movimento nas unidades do DF, já que a média habitual é de 23.700 pratos distribuídos. “Hoje, nós marcamos a campanha da solidariedade. Fizemos as refeições com muito carinho e dedicação. Que venha 2020”, discursou Ibaneis Rocha durante a ação.

 

O projeto foi idealizado pela primeira-dama Mayara Noronha em parceria com a vice-primeira-dama do DF, Ana Paula Hoff. A ideia era levar um dia especial à população carente da capital, público máximo dos restaurantes comunitários. Além dos pratos com tempero especial dos chefs servidos a R$ 1 dentro dos refeitórios – enfeitados com temas natalinos, música e com direito a Papai Noel –, serviços, informações e diversão tomaram conta das áreas externas.

 

A coordenação do Nosso Natal ficou a cargo da Secretaria de Governo em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Social. As administrações regionais sem restaurantes comunitários atuaram como parceiras, assim como secretarias, outras entidades e até a iniciativa privada.

 

A equipe da Jucis-DF ajudou o chef Lui Venorese na cozinha de São Sebastião

 

 

Jucis-DF ajudou na cozinha de São Sebastião

No restaurante comunitário de São Sebastião, onde a equipe da Junta Comercial, Industrial e Serviços (Jucis-DF) esteve, o clima foi de festa. Música ao vivo, espaço para literatura, Papai Noel, corte de cabelo,  brinquedos, capoeira, algodão doce, pipoca, cama-elástica e um almoço de respeito.

 

Foram 27 pessoas trabalhando para cozinhar 470 quilos de pernil, 220 de arroz, 100 de frango, 80 de feijão, 130 de salada, 50 de farofa e 12 de maionese. Tudo isso especialmente misturado com o amor pela gastronomia dos renomados chefs de cozinha Lui Venorese e Lino Fructuoso.

 

“É muito bom fazer esse evento e atender a comunidade. Eu moro em São Sebastião e sou parte daqui. A gente sempre cozinha para um público menor. Eu vejo que esse trabalho é uma forma de devolver todas as alegrias que a minha vida profissional me trouxe. Ver as pessoas gostando da comida e a cara de felicidade delas não tem preço”, comemora Lui, que é finalista de um renomado programa de culinária.

 

“Isso aqui virou uma linda confraternização. Veio gente de todos os locais. Trouxeram o pai, os filhos, irmãos. É muito bom reunir e alegrar as pessoas com a profissão que amo exercer”, afirma Lino, chef e professor de gastronomia.

 

José de Oliveira, conhecido como Dezinho do forró, 68 anos, mora em Sebastião há dois anos. Ele  almoça no restaurante comunitário com frequência, mas hoje fez questão de destacar que sentiu um “toque diferente no tempero”.

 

“Não é desfazendo dos sabores dos outros dias, mas hoje a gente percebe que tem algo diferente. E olha que eu sou bom na cozinha. Eu filmei todo o evento, fiz amizade com todos, gostei muito”, conta.

 

A quantidade de refeições servidas quase dobrou o movimento nas unidades do DF

 

 

Saiba quantos pratos foram servidos em cada unidade:

 

Restaurante Comunitário de Brazlândia: 3.165 / média diária: 1.500

 

Restaurante Comunitário de Ceilândia: 3.740 / 2.800

 

Restaurante Comunitário da Estrutural: 2.529 / 1.600

 

Restaurante Comunitário do Gama: 3.135 / 1.700

 

Restaurante Comunitário do Itapoã: 2.829 / 1.600

 

Restaurante Comunitário do Paranoá:  2.487 / 1.200

 

Restaurante Comunitário de Planaltina: 4.570 / 3.000

 

Restaurante Comunitário do Recanto das Emas: 2.753 / 1.700

 

Restaurante Comunitário do Riacho Fundo: 3.247 / 1.500

 

Restaurante Comunitário de Samambaia (Rorizão): 6.561 / 2.400

 

Restaurante Comunitário de Santa Maria: 2.400 / 1.000

 

Restaurante Comunitário de São Sebastião: 3.111 / 1.900

 

Restaurante Comunitário de Sobradinho: 2.900 / 1.500

 

Restaurante Comunitário do Sol Nascente: 3.051 / 1.800

 

 

* Fonte: Agência Brasília