Governo do Distrito Federal
26/02/22 às 17h28 - Atualizado em 28/03/22 às 18h25

RECADASTRAMENTO DE LEILOEIROS E TRADUTORES PÚBLICOS

 

 

TRADUTORES PÚBLICOS E INTÉRPRETES COMERCIAIS

 

 

 A Junta Comercial, Industrial e Serviços do Distrito Federal (JUCIS-DF) promove, do dia 1º ao dia 31 de março de 2022, o recadastramento dos Tradutores Públicos e Intérpretes Comerciais.

A medida segue orientação da Instrução Normativa nº 72/2019, do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI), vinculado ao Ministério da Economia, que estabelece que no mês de março de cada ano a Junta Comercial promoverá o recadastramento.

Os Tradutores Públicos e Intérpretes Comerciais devem encaminhar os documentos relacionados abaixo, em formato PDFA, para o endereço eletrônico: agentes_auxiliares@jucis.df.gov.br, preferencialmente em arquivo único:

– Cópia colorida da Carteira de Identidade;

– Cópia colorida do CPF;

– Foto 3×4 com boa resolução;

– Comprovante de endereço atualizado;

– Declaração de veracidade referente às informações prestadas;

– Declaração de não ser empresário falido não reabilitado (Declaração de tradutor);

– Termo de Recadastramento de Tradutores; e

– Certidões negativas expedidas pelas Justiças Federal e Estadual, no foro cível e criminal, correspondentes à circunscrição em que o Tradutor Público e Intérprete Comercial tiver o domicílio.

 FORMULÁRIOS A SEREM PREENCHIDOS PARA O RECADASTRAMENTO DE TRADURORES PÚBLICOS E INTÉRPRETES COMERCIAIS:

 

Ficha de recadastramento de TRADUTORES

Declaração de TRADUTOR em conformidade com art. 12 da Instrução Normativa DREI n° 72, de dezembro de 2019

 

   Deverão fazer o recadastramento os tradutrores relacionados no link:

   http://www.jucis.df.gov.br/tradutores/

 

 

LEILOEIROS

 

 

A   Junta Comercial, Industrial e Serviços do Distrito Federal (JUCIS-DF) promove, do dia 1º ao dia 31 de março de 2022, o recadastramento dos Leiloeiros Habilitados.

A medida segue orientação da Instrução Normativa nº 72/2019 do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração (DREI), vinculado ao Ministério da Economia, que estabelece que no mês de março de cada ano, a Junta Comercial promoverá o recadastramento.

Na hipótese de não realização do recadastramento no prazo legal, e após a instauração de processo administrativo, o profissional será destituído.
Os profissionais devem encaminhar os documentos relacionados abaixo, em formato PDFA, via e-mail: gaic@jucis.df.gov.br, preferencialmente em arquivo  único:

– Cópia colorida da Carteira de Identidade;

– Cópia colorida do CPF;

– Cópia do extrato da conta de poupança relativa à caução tida como favorecida a Junta Comercial, ou dos contratos de carta fiança juntamente com comprovante de pagamento;

– Foto 3×4 com boa resolução;

– Declaração de não ser empresário falido não reabilitado;

– Declaração de não ser comerciante;

– Comprovante de endereço atualizado;

– Termo de Recadastramento de Leiloeiros;

– Relatórios mensais referentes ao ano  de 2021, conforme estabelece a Instrução Normativa DREI nº 72, de 19 de Dezembro de 2019, no Art. 69, inciso  XXII; e

– Registro e autenticação, dos livros obrigatórios dos Agentes Auxiliares referentes aos anos de 2019, 2020 e 2021, pagando o preço público devido à Junta Comercial. Os seguintes livros mercantis poderão ser registrados de forma digital:

1- diário de entrada;

2-diário de saída; e

3-contas correntes;

– Certidões negativas expedidas pelas Justiças Federal e Estadual, no foro cível e criminal, correspondentes à circunscrição em que o Leiloeiro Oficial tiver o domicílio.

 

FORMULÁRIOS A SEREM PREENCHIDOS PARA O RECADASTRAMENTO LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL:

Ficha de recadastramento para LEILOEIROS 

Declaração de LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL

 

Deverão fazer o recadastramento os leiloeiros relacionados no link:

http://www.jucis.df.gov.br/leiloeiros/